capa-blog-07-03-22-seo-2022-como-se-atualizar-as-mudancas_large

SEO 2022 – COMO SE ATUALIZAR AS MUDANÇAS

Assim como o post anterior sobre a postura das redes sociais, o Google vem trazendo mudanças para as práticas de SEO. Aprenda agora como pôr em prática em seu site. A verdade é que durante anos estudamos os algoritmos do Google para melhor satisfazê-lo, tornando possível a colocação do nosso site na primeira página de buscas. Precisamos que desconstrua este método em sua mente, pois tudo mudou! Como falado anteriormente, todo ano o Google mudava suas preferências para determinar o quão relevante era um site, o que abria brechas para “burlarmos o sistema”, utilizando estratégias que fizesse o conteúdo empregado tornar se relevante diante desse sistema, mas assim como as estratégias de marketing evoluem todos os dias, o próprio Google se aprimorou ao longo dos anos e esta brecha foi retirada, trazendo um novo caminho a se seguir para os criadores de conteúdo.

Hoje a regra é clara, priorize os usuários!

O Google implementou como base de análise principal o E – A – T (Expertise, Authoritativeness, and Trustworthiness), que embora seja parte de seu algoritmo, não exige uma tag específica, ou algum ajuste técnico para determinar que o conteúdo é relevante, invés disso, identificar autores na página, vincular os conteúdos publicados e trazer aquilo que seu nicho realmente procura é o que determina a qualidade de seu conteúdo e sua boa colocação nas buscas orgânicas. Resumindo, não pense em como agradar os algoritmos do Google, mas convença e entregue um conteúdo de qualidade para o seu usuário. Se o seu post tiver baixo número de acessos, ou até mesmo acessos rápidos, o Google entenderá que seu artigo não foi útil ao leitor, portanto classificará seu artigo como de baixa qualidade e perderá pontos no ranking.

E-A-T – Como usar?

Ainda mais importante que a qualidade do seu conteúdo é a autoridade de seus autores e a confiabilidade da página. Mais do que nunca precisamos passar de “programadores web” para especialistas no assunto que abordamos. Determinando assim a qualidade estrutural em geral de nossos artigos.

 

Como base rápida, você pode se basear nos seguintes critérios:

– Forneça links de referência;

– Adicione menções na mídia;

– Introduza conteúdo de qualidade;

– Identifique autores e dê os créditos;

– Continue a implementar corretamente o protocolo HTTPS de segurança;

– Garanta que o usuário tenha fácil acesso as páginas de política de cookies e termos e condições;

– Torne a estrutura de fácil compreensão, utilizando títulos, subtítulos e palavras em negrito para melhor destaque.

A experiência do usuário

Além das dicas sobre implementações na estrutura do seu artigo, existem duas ações padrões que ainda devem ser levadas em consideração, como:

– Estrutura leve e responsiva;

– Visualização rápida.

Pense bem, se você fosse um usuário, não ia gostar de ter que esperar minutos a página carregando para visualizar o conteúdo. Se errar em deixar a estrutura leve e de visualização rápida, o trabalho que teve em montar um artigo de qualidade vai por terra se o conteúdo não for entregue ao leitor. Por isso evite imagens pesadas que possam dificultar esse fácil acesso.

Como saber que meu SEO é de qualidade?

Três maneiras, você pode pesquisar sobre os temas que aborda ou o nicho da sua empresa e ver se mantem uma boa colocação, ou acessar o Google Search Console > Experiência do Usuário > Core Web Vitals. Lá você poderá monitorar o desempenho do seu site. Garanta que sua pontuação esteja na categoria “Good” para cima.

Além disso, dependendo da plataforma de criação de seu site, você pode baixar plugins que avaliam o desempenho em SEO. Se utilizar o WordPress por exemplo, você pode utilizar o plugin Yoast SEO.

O que não fazer na otimização SEO?

– Não use diversas variações de uma palavra;

– Não adicione palavras-chaves “invisíveis”;

– Não seja a função control c, control v;

Conclusão

Mantenha as estruturas básicas do seu site para a melhor experiência do usuário com estruturas leves e responsivas, conteúdos relevantes, de fácil compreensão e visualização, identificação dos autores e os devidos créditos, com menções e links de referência. Passe a pensar na melhor entrega ao usuário e deixe o Google de segundo plano, ambos caminham com o mesmo objetivo. Com essas mudanças podemos esperar novos conteúdos ricos e relevantes que atendam a necessidade de todos.

Este foi o artigo de hoje.

 

Nos siga nas redes sociais e acompanhe os demais artigos em nosso blog.

Eu fico por aqui e até o próximo blog!

Rafaela Rodrigues.