O-QUE-É-PLR-NO-MARKETING-DIGITAL-CAPA

O QUE É PLR NO MARKETING DIGITAL

Não é segredo para ninguém que o mercado de infoprodutos está em constante crescimento. Cursos, e-books e videoaulas se tornaram importantes ferramentas de conhecimento nos últimos anos. No entanto, o produtor de conteúdo não precisa começar do zero para ofertar um produto, visto que o PLR no marketing facilita esse processo.

Qualquer pessoa que esteja minimamente inteirada na internet sabe do sucesso que os infoprodutos estão fazendo ultimamente. Afinal de contas, as pessoas estão buscando cada vez mais tipos de conhecimentos, os quais não necessariamente precisam ser pontos centrais de graduações ou cursos superiores.

Muitas vezes, tudo que o usuário busca é um aprimoramento em determinado conteúdo que fará com que ele se torne um melhor profissional. Sendo assim, ao invés de buscar um técnico ou superior que leve anos, ele opta por algo mais direto e otimizado. Para o produtor de conteúdo, inclusive, essa demanda é um verdadeiro prato cheio.

Neste artigo, você irá entender um pouco mais sobre o que é o PLR no marketing digital, uma opção que pode salvar diversos produtores de conteúdo. Além disso, falaremos também sobre as principais vantagens de trabalhar com esse tipo de infoproduto como, por exemplo, a praticidade e liberdade criativa.

Dito isso, pegue logo o seu caderno de anotações ou abra o bloco de notas do seu celular e venha conferir um pouco mais sobre o assunto.

O que é o PLR?

O PLR no marketing digital corresponde a sigla Private Label Rights – ou Direitos de Marca Própria, na tradução ao português. Sendo assim, trata-se de nada mais nada menos do que um produto digital que você pode adquirir e, então, modificar e revender no mercado – aos seus próprios moldes.

Em suma, o infoproduto com PLR seria para o marketing mais ou menos o que os softwares de código aberto são para o mundo da programação. Isso porque você pode adquiri-lo justamente com o intuito de modificá-lo, adaptando-o às suas necessidades e do seu público para, então, revendê-lo.

Sendo assim, a partir do momento que você compra um infoproduto com PLR você não está apenas adquirindo um material como, também, garantindo a sua propriedade intelectual. Com isso, entende-se que o produto comprado é seu e, portanto, você pode fazer o que quiser com ele, modificando da maneira que lhe for mais conveniente.

Esse tipo de produto dentro do marketing vem se provando ser uma ferramenta e tanto para os produtores de conteúdo. Afinal de contas, muitas vezes o que consome mais tempo do idealizador de um projeto é justamente a forma de abordagem, a qual pode ser simplesmente adaptada no caso dos infoprodutos com PLR.

Quais são as principais vantagens de um PLR no marketing digital?

O fato é que o PLR no marketing digital é responsável por inúmeras vantagens, tanto ao produtor de conteúdo quanto ao consumidor de uma maneira geral. Afinal de contas, a partir do momento que você adquire a propriedade intelectual de um produto, é muito mais fácil adaptá-lo para as suas necessidades.

Sendo assim, uma das principais vantagens de trabalhar com produtos com Direitos de Marca Própria é justamente a otimização para criação de um infoproduto. Isso porque você já tem em mãos toda a estrutura pronta para a idealização de um conteúdo próprio, basta substituí-lo por aquele que foi posto inicialmente.

Além disso, vale ressaltar que a partir do momento que você adquire um produto com PLR, você pode editá-lo quantas vezes quiser. Sendo assim, se o seu objetivo é idealizar três infoprodutos com temas diferentes, mas que possuem uma abordagem semelhante, basta inseri-los em um conteúdo que já está pronto.

Essa é uma alternativa excelente para quem busca fazer mais dinheiro no mercado de infoprodutos, mas não quer perder tanto tempo com a estruturação do projeto. Sendo assim, você pode focar no conteúdo que busca distribuir, agregando mais qualidade a ele e adaptando-o à propriedade intelectual já adquirida.

Um exemplo de PLR no marketing digital

Talvez você não tenha conseguido visualizar, de maneira prática, até então, como o PLR no marketing digital pode ser útil para você. Sendo assim, nada melhor do que um exemplo simples que explique justamente a forma como esse tipo de infoproduto pode ser adquirido e melhorado ao seu gosto.

Imagine que você quer oferecer um curso de edição de vídeo no software Sony Vegas através de um infoproduto. Você já tem pleno conhecimento e domínio do conteúdo, sabe exatamente quais os pontos serão abordados no produto, mas, no entanto, não tem ideia de como abordar o assunto no formato de vídeo-aula.

É então que você encontra um curso em formato de infoproduto com PLR cujo tema é a edição de fotos no Adobe Photoshop. A forma como o conteúdo é disponibilizado é muito bem estruturada em termos de ordem dos fatos, formato das atividades e, até mesmo, modelo visual da vídeo-aula em si.

Sendo assim, por se tratar de um infoproduto com PLR, você pode adquiri-lo e substituir o conteúdo do Adobe Premiere pelo de edição de vídeos no Sony Vegas. Com isso, você terá toda a estrutura pronta para ensinar um determinado assunto, só precisará inseri-lo no lugar do conteúdo original, e modificável, do produto adquirido.

Existem pontos negativos no PLR do marketing digital?

Por mais que o PLR no marketing digital apresente inúmeras vantagens, existem também alguns pontos não tão favoráveis nesse modelo de negócio. Afinal de contas, estamos falando de um tipo de produto que pode ser modificado e revendido. Sendo assim, todos os produtores de conteúdo estão sujeitos a alguns riscos.

Isso porque é possível que outras pessoas tenham modificado um produto da PLR da mesma forma que você – ou pelo menos de maneira parecida. Sendo assim, há o risco de existirem produtos muito semelhantes com o mesmo conteúdo ou abordagem que, no fim das contas, vieram da mesma base de infoprodutos.

Outro ponto relativamente negativo em relação ao PLR no marketing digital é o fato de que, muitas vezes, os produtos oferecidos são extremamente genéricos. Sendo assim, mesmo que o seu objetivo fosse poupar tempo na estruturação do conteúdo, pode acabar demorando bastante para adaptar o produto para o seu público.

Vale ressaltar ainda que alguns infoprodutos que são vendidos com PLR são um tanto quanto caros. Isso acaba desencorajando o produtor de conteúdo muitas vezes, o qual precisará desembolsar uma grana a mais para o seu projeto. No entanto, da mesma forma, garante que o produto possa ser modificado e revendido várias vezes.

O que levar em consideração ao escolher um infoproduto com PLR?

Antes mesmo de escolher um infoproduto com PLR no marketing digital, é preciso levar em consideração alguns pontos específicos. O primeiro é justamente ir em busca de um produto que esteja alinhado ao seu nicho de mercado, ou seja, a aquilo que o seu público gostaria de consumir de fato.

Isso porque não faz sentido você selecionar um infoproduto da área de matemática, por exemplo, se o seu intuito é transformá-lo em um curso de violão, por exemplo. Quanto mais próximo do seu nicho for o produto com PLR selecionado, menores serão as modificações que você terá que fazer para adaptar ao seu público.

Além disso, é preciso verificar também a qualidade do infoproduto de uma maneira geral. Isso porque, ao se guiar somente pelo seu nicho de mercado, é capaz de cair em conteúdos vazios ou extremamente ruins. Sendo assim, não apenas será mais difícil do que adaptar como, também, será praticamente dinheiro jogado fora.

E, por último, é importante lembrar que estamos falando de produtos que são comercializados através da internet, muitas vezes em sites específicos. Sendo assim, antes de escolher um produto com Direitos de Marca Própria, certifique-se de que a figura que está ofertando-o é realmente confiável, lendo avaliações, por exemplo.

Como usufruir de um infoproduto com PLR?

Existem diversas maneiras de usufruir da maneira correta de um produto com PLR no marketing digital. Uma delas, já citada anteriormente com o exemplo, é justamente aproveitar a didática ou estrutura do conteúdo ofertado e, então, fazer as adaptações necessárias para inserção do seu conteúdo.

Há ainda a possibilidade de você adquirir um infoproduto já pronto, sobre um determinado assunto que é de interesse do seu público, e revendê-lo dessa forma mesmo. No entanto, para isso é preciso selecionar um produto que seja extremamente completo naquilo que se propõe, com um conteúdo bastante íntegro.

Além disso, uma das formas mais interessantes de se trabalhar com infoprodutos com PLR é justamente através das pequenas modificações. Suponhamos, por exemplo, que você queira idealizar um curso sobre edição de fotos no Photoshop, mas focando na parte de montagens de uma maneira geral.

Ainda assim, é preciso que o curso possua questões mais básicas relacionadas ao Photoshop, como o funcionamento específico das ferramentas, por exemplo. Sendo assim, para não perder tempo, você adquire um curso básico de Photoshop com PLR e modifica-o, implementando o seu conteúdo sobre montagens.

O processo para adaptação de um infoproduto com PLR no marketing digital precisa ser realizado com muita atenção para que saia da maneira correta. Primeiramente, é preciso avaliá-lo de fato, verificando as informações que são apresentadas no conteúdo com o intuito de ter certeza que elas são verdadeiras e não plagiadas.

Depois disso, você terá que partir para a personalização do conteúdo de acordo com o produto que você quer ofertar. Caso você esteja trabalhando em um curso completo, por exemplo, ao adquirir um e-book com PLR terá que fazer modificações para que ele se encaixe em determinado período de aprendizado para os seus alunos.

Outro ponto importante em relação a adaptação de infoprodutos com PLR é justamente a parte visual. A identidade visual de um negócio, independentemente de qual seja, é essencial para o sucesso do mesmo. Sendo assim, é necessário transportar a identidade da sua marca para o PLR adquirido.

Por fim, saiba que será necessário também idealizar todo um sistema de sucesso para a distribuição do conteúdo. Afinal de contas, você está vendendo um produto, não importa se ele é fruto de uma adaptação ou é completamente original, feito do zero. Sendo assim, é preciso se importar com as estratégias de marketing digital que levarão o conteúdo até o seu público-alvo.